Tabelionato de Notas e Protesto de Potirendaba doa equipamentos para escola estadual

Serventia instalou ventiladores, rede de proteção na quadra e realizou intervenções para incentivar a prática esportiva

O Tabelionato de Notas e Protesto de Potirendaba, cidade que fica a 440 quilômetros da capital São Paulo, doou equipamentos e promoveu ações sociais na Escola Estadual Achiles Malvezzi, na região central do município. A serventia fez a doação e instalação de ventiladores, de redes de proteção na quadra esportiva, manutenção da cesta de basquete, entre outros reparos.

“A experiência foi muito positiva e houve reconhecimento da comunidade sobre a importância dos cartórios na sociedade bem como a inserção da ideia de que os serviços extrajudiciais também podem ter um viés social”, conta a tabeliã Caroline Figueiredo.

A fim de incentivar a prática de esportes, o tabelionato doou também bolas de vôlei, futebol e basquete.

“O projeto se revelou muito importante porque percebi que podemos ajudar de acordo com a possibilidade de cada um. Toda ajuda é bem-vinda e serve para que os alunos percebam que nos importamos e nos interessamos pelo futuro deles. Vários benefícios podem ser observados como maior carinho dos alunos para com a escola, sensação de acolhimento e esperança de um futuro melhor”, declara Figueiredo.

Segundo a tabeliã, a experiência de realizar as ações é muito gratificante, pois favoreceu uma aproximação com a escola, que oferece um espaço de oportunidades para diferentes atuações. Para o futuro, a serventia planeja novas palestras de temas pertinentes ao público jovem.

“Pretendemos trazer uma palestra sobre os efeitos nocivos das drogas, a ser ministrada pelo PROERD, e também a viabilidade de auxílio psicológico aos alunos, pois foram relatados inúmeros casos de depressão nos adolescentes”, finaliza.

O Tabelionato de Notas e Protesto de Potirendaba estuda ainda a possibilidade de convênio com o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) para atendimento aos adolescentes que demonstrem interesse.

 

Projeto Adoção Afetiva

A responsabilidade pela educação é de todos. Com esta afirmação, a Associação dos Notários e Registradores do Estado de São Paulo (ANOREG/SP) e a Secretaria da Educação instituíram o Projeto Adoção Afetiva, que visa contribuir para a melhoria das condições da educação paulista, cujas iniciativas vão desde a manutenção escolar até atividades socioeducativas para alunos de toda a rede estadual.

Cerca de 170 cartórios de diferentes municípios paulistas se candidataram voluntariamente para integrar o projeto, recebendo a indicação formal da Secretaria da Educação do Estado de qual escola adotar em seu município.

Acesse www.adocaoafetivasp.com.br e conheça um pouco mais do projeto que beneficiará diversas crianças em diferentes municípios do Estado.

 

Fonte: Assessoria de Imprensa da ANOREG/SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.