Cartórios paulistas iniciam projeto piloto “Adoção Afetiva” com a Secretaria da Educação do Estado de São Paulo

A Associação dos Notários e Registradores do Estado de São Paulo (Anoreg-SP) firmou parceria com a Secretaria de Educação do Estado de São Paulo e deu início ao projeto “Adoção afetiva”, que tem como objetivo promover uma aproximação das escolas estaduais do Estado com os cartórios de Registro Civil e Notas.

A parceria prevê em sua primeira etapa um projeto piloto que envolve 05 cartórios, distribuídos em 02 municípios paulistas (Ribeirão Preto e Capital), que adotarão uma escola sem nenhum tipo de contrato, termo ou acordo burocrático, e a auxilie na promoção de diversas atividades extracurriculares, como:

– Pintura da Escola;
– Reformas de pequena monta;
– Participação nas atividades sociais da Escola: bingo, bazar, quermesse, campanha do agasalho etc;
– Participação da Escola em atividades realizadas pelo adotante;
– Demais atividades e ações acordadas entre o cartório e Escola adotada;
– Palestras sobre “Justiça Restaurativa”;
– Formação de “Mediadores Mirins”;
– Participação como voluntários em aulas de reforço escolar;
– Participação com voluntários no “Programa Escola da Família”;
– Cursos de Formação de Professores na área de mediação comunitária de conflitos.

Um dos primeiros cartórios do Estado que aderiu ao projeto foi o 2º Registro Civil de Ribeirão Preto, que visitou a Escola Estadual Dona Sinhá Junqueira, e realizou a manutenção do jardim, ao aparar a grama e podar as árvores. O oficial da serventia, Leonardo Munari de Lima, destacou a importância social da parceria. “Por todas as dificuldades que o País enfrenta, é necessário que neste momento haja uma união entre as pessoas e as instituições, ajudando uns aos outros. Logo que recebemos esta proposta da Secretaria, nos colocamos à inteira disposição para ajudar”.

A diretora da escola, Jaqueline Zuquerato Sansavino Zucolo, ressaltou a importância da parceria como forma de dar exemplo para a sociedade. “Parcerias como estas são importantes para valorizar as instituições, principalmente pelo fato de ser uma maneira de mostrar à população que elas estão trabalhando em conjunto”, disse. “A ajuda do cartório veio em muito boa hora, pois a escola estava com a grama bem alta e com as árvores com as copas fartas, e o trabalho que eles fizeram foi muito bom”, relatou.

Para o representante do gabinete e que auxiliou na criação do projeto, Flavio Antônio Gomes de Azevedo, a iniciativa partiu da ideia de promover a integração de instituições distintas, e a indicação de cartório se deu pelo fato de ser uma instituição que passa credibilidade. Para Azevedo usar esta característica dos cartórios proporciona benefícios sociais para a população que mora na região. “Sugerimos que os cartórios auxiliassem na produção de atividades extracurriculares porque são instituições responsáveis e que passam credibilidade às pessoas. Temos a certeza que a parceria tem tudo para dar certo”, afirmou.

Fonte: Assessoria de Comunicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.