Cartório de Igarapava/SP realiza palestras para escola estadual da cidade

Já foram realizadas três palestras abordando assuntos de cidadania, direito e os elementos fundamentais do Registro Civil

“O meu objetivo com o projeto “Adoção Afetiva” é resgatar o que há de melhor em cada aluno, por meio de palestras e projetos que o inspirem para as atividades curriculares e extracurriculares, despertando a autoconfiança e a vontade de pertencimento a uma tribo de seres humanos errantes, mas vencedores da vida”, revelou a registradora Lígia Ignácio de Freitas Castro.

É com este pensamento que o Registro Civil das Pessoas Naturais e de Interdições e Tutelas de Igarapava, interior de São Paulo, está promovendo palestras informativas para os alunos da Escola Estadual Professor Martinho Sylvio Bizutti.

A serventia já ministrou três palestras com o intuito de levar aos estudantes assuntos sobre cidadania, direito e os elementos fundamentais do Registro Civil. A última palestra, realizada no dia 15 de agosto, tratou sobre linguagem poética.

Para Castro, a iniciativa acaba ajudando aqueles que mais precisam de acolhimento. “Enxergo o Cartório de Registro Civil como um braço de humanidade que se abre à sociedade. E participar do Projeto Adoção Afetiva é criar um outro braço de humanidade. Esse é o verdadeiro abraço, que se forma em torno de quem mais precisa de acolhimento. A motivação vem exatamente daí, de acreditar em algo maior que dê sentido para a vida” destacou a registradora, que também exerce a função de escritora.

A diretora da escola, Flávia Aparecida Pereira Maito, ressaltou que viu no Projeto uma grande expectativa de ajuda e esclarecimentos. “A colaboração dos cartórios extrajudiciais é de grande valia para todas as escolas adotadas no Estado”, diz.

Castro listou três grandes benefícios que os cartórios vão proporcionar para essas unidades de ensino:

1.       Incentivar a população a participar de projetos como este;
2.       Trazer à tona a confiabilidade e dedicação dos cartórios, resgatando a importância dos Cartórios na sociedade;
3.       Propiciar melhores condições no ensino básico;
4.       Expandir a dignidade da pessoa humana, principalmente no âmbito dos mais necessitados;

Projeto Adoção Afetiva

A responsabilidade pela educação é de todos. Com esta afirmação, a Associação dos Notários e Registradores do Estado de São Paulo (ANOREG/SP) e a Secretaria da Educação instituíram o Projeto Adoção Afetiva, que visa contribuir para a melhoria das condições da educação paulista, cujas iniciativas vão desde a manutenção escolar até atividades socioeducativas para alunos de toda a rede estadual.

Ao todo, 169 cartórios de diferentes municípios paulistas se candidataram voluntariamente para integrar o projeto, recebendo a indicação formal da Secretaria da Educação do Estado de qual escola adotar em seu município.

Acesse www.adocaoafetivasp.com.br e conheça um pouco mais do projeto que beneficiará diversas crianças em diferentes municípios do Estado.

Fonte: Assessoria de Imprensa ANOREG/SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.